Explorar Itens (79 total)

FUNDIÇÃ0 N4 final leve.pdf
Dia e noite as velas trabalhavam moendo farinha.
Onze moinhos um na Recosta, três em Alburrica, um
no Mexilhoeiro, dois na praia norte e quatro no Lavradio,
a cuja praia chamavam a praia dos moinhos.
Imagina a música de vento e velas que à noite…

folheto 2º jornada.pdf
Durante a Expansão Portuguesa, o Barreiro teve um papel muito importante a nível nacional como “retaguarda logística dos descobrimentos”. Aqui vamos encontrar, nesse período, a maior concentração de Moinhos de Maré do Estuário do Tejo, no qual, por…

1º jornada.pdf
Toda esta zona é constituída por duas pequenas penínsulas, formadas por aluviões e consolidadas sobre ostreiro, com ocupação provável desde o neolítico, de acordo com os achados em pedra, recolhidos nos anos 60 (pesos, machados, furadores), e…

folheto 3º jornada.pdf
O Caminho-de-ferro vem diversificar e reforçar as boas acessibilidades fluviais, levando mais longe a nossa ligação a Sul do Tejo, conferindo ao Concelho uma maior centralidade no território que, hoje, designamos por Área Metropolitana de Lisboa.

folheto 4º jornada.pdf
Em 1865, o Visconde da Junqueira funda a Companhia União Fabril, com sede na Rua da Alfândega e fábricas nas Fontainhas e em Alcântara, Lisboa. A empresa tinha alvará régio datado de 3 de Outubro e produzia sabões, estearina e óleos vegetais.
Em…

dia 25 barreiro.jpg
Imagens da 1ª Manifestação realizada no barreiro com a Revolução de Abril.

Etiquetas: ,

posse da comissão administrativa.pdf
Documento a recordar a Tomada de Posse da Comissão administrativa da CMB a 6 de Maio de 1974

1 maio manif2.jpg
O 1º de Maio em liberdade de 1974, foi comemorado o dia do trabalhador no Barreiro, com a participação de milhares de cidadãos.

Untitled-162.jpg
Greve dos Ferroviários da CP no Barreiro em Luta pelo acordo de empresa. numa paralisação de 48 horas.
Formatos de Saída

atom, csv, dcmes-xml, json, omeka-xml, rss2